Dicas Úteis

Como glorificar a Deus em sua vida

Pin
Send
Share
Send
Send


A vida dos justos glorifica a Deus, porque Ele direciona gerações inteiras e liberta-as das maldições. O Senhor se lembrará dos justos até o final dos tempos e será digno de toda glória. Glorifique Deus em todas as suas ações - mas você sabe como fazer isso? É suficiente fazer isso apenas na forma verbal? Não! A vontade de Deus e Seu plano podem ser realizados na vida de cada um de nós. Nossa tarefa é trazer as boas novas para o resto.

  1. 1 Aceite as boas novas. Vá ao mundo, além da sua zona de conforto, e traga o evangelho a cada pessoa, para que você glorifique a Deus.
  2. 2 Exaltam a Deus. Louvai-o no mais alto. Louvado seja ele. Amplie sua dignidade, honra e glória. Nós exaltamos Jesus hoje, glorificando Seu nome, Sua personalidade e Seus feitos, misericórdia, glória e tudo o que Ele é, e isso é eterno! Jesus disse: "Quando eu for levantado, toda a humanidade se voltará para mim".
  3. 3 Curve-se a ele. “Vem, curva-te e ajoelha-te, ajoelha-te diante do Senhor nosso Criador.” (Salmo 94: 6)
  4. 4 Adore o Pai em espírito e verdade (não apenas palavras e ações). “Porque o Pai busca tais adoradores para si mesmo.” (João 4:23)

“Seus estatutos eram minhas músicas no lugar de minhas andanças. À noite, lembrei-me do teu nome, Senhor, e guardei a tua lei. ”(Salmo 119: 54-55) Dou-te um novo mandamento, que se amem uns aos outros, como eu os amei, para que se amem uns aos outros.

  1. 1 Dê ao Senhor a glória de Seu nome, carregue presentes quando entrar em Seus tribunais.
  2. 2 Temei (honra) a Ele, em todos os teus caminhos, e adorei-o em pureza e santidade. (Salmo 95: 8-9) Em hebraico, a palavra “medo” significava “reverência”, mas com o tempo essa palavra em nossa língua adquiriu o significado clássico de “medo”, isto é, um sentimento de medo. Um Deus que deseja que você encontre paz e refúgio nEle nunca desejará que você o tema (2 Samuel 22: 3, Mateus 11:28, Salmos 110: 10).
    • Ele é Indestrutível: o imutável e invencível Conquistador e mestre da salvação da alma, que são chamados ao arrependimento.
    • Ele é o curador: “Mas Ele foi ferido pelos nossos pecados e atormentado por nossas iniqüidades, o castigo de nosso mundo estava sobre ele, e com suas feridas fomos curados.” (Isaías 53: 5)
    • Ele é o primeiro e o último: o começo e o fim, o criador e guardião de sua alma!
    • Ele é o Criador: de todo o universo e Deus de todos os tempos, sempre foi, sempre é e sempre será.
  3. 3 Louvai-o. Os exércitos não podem derrotá-lo, a ciência não pode explicá-lo, os líderes não podem ignorá-lo! Deus é o Pai de toda a criação, Seu filho Jesus Cristo e o Espírito Santo.
  4. 4 Conheça-o em todos os seus caminhos, a religião da Nova Era não pode substituí-lo, e ninguém jamais pode compreendê-lo! Assim, dê toda a glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo, em todas as coisas, boas e más, grandes e pequenas.
  5. 5 Viva de acordo com o plano de Deus. O Senhor é Aquele que dá abrigo aos justos e os aprecia. Ele não tira os olhos deles por um único segundo. Seu plano é sempre o melhor para seus seguidores.
  6. 6 Não seja preguiçoso, faça tudo como para o Senhor e glorifique-o. Jesus disse: “desde que você fez isso com um desses menores Meus irmãos, você fez para Mim”. Fortalecer um ao outro.
  7. 7 Ame os outros, especialmente os cristãos íntimos. O amor pelo próximo mostrará quão verdadeira é a sua fé. Jesus disse: “Todos saberão que vocês são meus discípulos, se tiverem amor entre si”.
  8. 8 Testifique que Jesus salva e que Deus é eterno - Ele está fora do tempo. Ele não tem começo nem fim.
  9. 9 seja feliz. Deus é glorificado quando você é confortado somente por ele.

Kenneth Hagin Jr.

Embora Deus não precise realmente de alguém para mostrá-Lo em uma boa luz, os crentes devem mostrar ao mundo que Deus é bom. Nossas palavras e ações determinam como ele se parece. Pensar nisso coloca uma grande responsabilidade sobre nós.

O apóstolo Paulo disse: “Então, se você come, bebe ou faz o que faz, tudo faz para a glória de Deus” (1 Coríntios 10:31). Em outras palavras, precisamos glorificar a Deus em tudo o que fazemos!

Mas o que significa glorificar a Deus? A definição grega da palavra “glorificar” significa “exaltar”, “louvar”, “exaltar”. Quando glorificamos a Deus, nós O representamos melhor do que as pessoas jamais pensaram Dele! Nós glorificamos a Deus refletindo a Sua bondade, porque Ele é Bom!

Muitos cristãos pensam que glorificar a Deus é simplesmente ir à igreja e levantar as mãos em louvor e adoração. Mas isso é apenas parte disso. Se isso é tudo que você faz, esta é a única vez que você reflete a bondade de Deus. As pessoas que adoram a Deus na igreja já sabem quão bom Ele é! No entanto, pessoas de fora da igreja - aquelas que moram no mesmo local com você ou com quem você trabalha - precisam ver a bondade de Deus.

Amados, peço-lhes, como estrangeiros e errantes, que se afastem das concupiscências carnais que se levantam contra a alma e levem uma vida virtuosa entre os gentios, para que te amaldiçoem como vilões, vejam suas boas obras, glorifiquem a Deus no dia de sua visita. Portanto, seja submissa a todo governo humano, para o Senhor: seja ao rei, como autoridade suprema, aos governantes, como ser enviado dele para punir os criminosos e encorajar os que fazem o bem, pois é a vontade de Deus que nós, ao fazer o bem, bloqueie a boca da ignorância dos insanos. l Dei - como livres, e não tendo a liberdade como capa da malícia, mas como servos de Deus "(1Pet.2: 11-16).

Segue-se desta passagem da Escritura que quando vivemos uma vida santa à vista dos não salvos, eles virão para glorificar a Deus! Agora vamos olhar o verso 17 porque ele abre algumas maneiras práticas de glorificar a Deus e refletir Sua bondade!

“Honre a todos, ame a irmandade, tema a Deus, honre o rei” (1 Pe 2:17). De acordo com essa passagem da Escritura, podemos glorificar a Deus honrando a todos. Isso significa que devemos mostrar respeito pelas pessoas ao nosso redor. Uma maneira fácil de fazer isso é ser um bom vizinho. No mundo em que vivemos, a maioria das pessoas não conhece seus vizinhos e, ainda mais, não demonstra uma boa atitude em relação a eles.

Por exemplo, você arranca ervas daninhas em seu jardim e não tem uma cerca que separaria seu jardim do vizinho. E você é cuidadoso para não cruzar a linha invisível que divide suas seções. Mas nada terrível teria acontecido se você tivesse ajudado um pouco o seu vizinho. Este é um exemplo de como ser um bom vizinho.

A natureza humana é caracterizada pelo ódio e egoísmo, enquanto o coração e o espírito de uma pessoa são caracterizados por amor e doação. E essas duas forças sempre lutam umas contra as outras.

Deixe-me explicar o que quero dizer. Se alguém te ofendeu, sua pessoa espiritual quer mostrar amor e deixar o mundo ver que o Senhor é verdadeiramente bom. Seu coração diz: “Então, em tudo o que você quer que as pessoas façam com você, você também faz com elas”. Mas a natureza carnal diz: "Leve tudo para si mesmo quando puder e leve-o embora, até que os outros estejam à sua frente". É por isso que nem sempre é fácil andar em amor pelos outros. No entanto, podemos fazer isso!

Jesus disse: “Todos saberão que vocês são meus discípulos, se tiverem amor entre si” (João 13:35).

Isso não significa que devemos amar o pecado humano. Não devemos amar as coisas ruins que as pessoas fazem, mas devemos amar as pessoas.

Eu quero que você aprenda alguma coisa aqui. O amor não é um sentimento. O amor é uma ação que produz um sentimento. Se você realmente ama alguém, você mostrará a ele isso. Você não diz apenas "eu te amo". Dizemos ao mundo que Deus os ama, mas estas são apenas palavras. Precisamos mostrar que o Senhor os ama por meio de nossas ações.

Uma boa ilustração do amor em ação é a história do bom samaritano (Lucas 10: 25-37). Curiosamente, nada é dito sobre o que o samaritano sentia. Toda a atenção está focada no que ele estava fazendo. Você vê, como você se sente em uma situação não é tão importante quanto o que você faz. Como cristão, tudo o que você faz deve estar de acordo com a Palavra de Deus, porque são suas ações que mostrarão a Deus sob uma luz boa ou ruim.

Jesus nos mandou amar nosso próximo como a nós mesmos (Mat.22: 39). O apóstolo Pedro nos ordenou que todos honrassem (1 Pe 2:17). Mas nenhum deles falou sobre como devemos nos sentir. Não tinha nada a ver com sentimentos.

Eles conversaram sobre ação. De acordo com a Palavra de Deus, devemos tratar nossos amigos com amor, dignidade e respeito - não importa o que sentimos. Nós não andamos de acordo com nossos sentimentos - nós andamos pela fé.

Pedro também disse que nós glorificamos a Deus amando a irmandade dos crentes (v. 17). Isso não significa que devemos amar apenas aqueles que acreditam em falar outras línguas ou aceitar a cura. Amar a irmandade dos crentes é mostrar reverência e respeito a todos os que foram salvos pelo sangue do Senhor Jesus Cristo, independentemente de crenças.

Nós devemos ter a mesma atitude para com a humanidade como Deus. Deus ama a todos. Ele não é respeitável (Atos 10:34). Mas por uma razão ou outra, se uma pessoa não acredita da mesma maneira que em nossa opinião, ele deve, muitas vezes, não querer nem mesmo se comunicar com ele.

Ouvi meu pai dizer muitas vezes que as pessoas roubam as bênçãos de Deus porque não demonstram amor e respeito por todo o Corpo de Cristo.

Por exemplo, uma pessoa diz: "Nasci de novo pelo Sangue de Jesus Cristo". E outro diz: "Eu nasci de novo e acredito em falar em línguas". O terceiro diz: "E também acredito em cura e prosperidade".

Estes são três níveis diferentes de crenças, mas todos eles têm um denominador comum - nascer de novo através do Sangue de Jesus Cristo. Portanto, eles devem ser capazes de se comunicar uns com os outros com base nesse “denominador comum”. No entanto, às vezes parece que alguns crentes têm uma posição de autojustificação, que diz: "Nós não podemos nos comunicar com eles, uma vez que eles não são do nosso movimento". Ou: "Não podemos ir a esta igreja porque não é a igreja da palavra viva". Vou lhe contar um segredo: se eles pregam Jesus Cristo e Sua crucificação, então esta é a igreja da palavra viva, porque Jesus é a Palavra Viva! Eis o que o apóstolo Paulo diz sobre isso: "Não há mais Judéia, nem pagã, nem escrava, nem livre ... porque todos vós sois um em Cristo Jesus" (Gálatas 3:28).

Podemos ler este versículo assim: "Não há batistas e pentecostais. Não há isto ou aquela denominação". Se nascemos de novo, estamos em Jesus Cristo. Os crentes devem chegar à unidade para alcançar a paz e para ganhar mais almas para Cristo. Vamos parar de discutir sobre as diferenças denominacionais. Vamos salvar as pessoas!

Muitas vezes, o povo de Deus passa tempo discutindo uns com os outros, enquanto as pessoas do mundo estão no caminho certo para o inferno. Isso é exatamente o que o diabo quer. Você vê, se o diabo não pode persuadir os cristãos a pecar, então ele tentará estabelecer várias denominações um contra o outro. Como resultado disso, as igrejas não organizam o evangelismo em toda a cidade para alcançar o "perecimento", já que elas não cooperam entre si!

A Bíblia chama de controvérsia e pecado de separação. Então vamos juntos para um propósito: libertar as pessoas e libertá-las. Se vamos glorificar a Deus e refletir a Sua bondade, devemos mostrar unidade no Corpo de Cristo. Precisamos aprender a amar e respeitar todos os membros do Corpo de Cristo.

O verso 17 desta epístola também nos diz para glorificar a Deus, temendo a Deus (1 Pe 2:17). O temor de Deus é mencionado na Bíblia desde o Gênesis até o Apocalipse. Mas isso não significa estar paralisado pelo medo e pelo medo, ou, como dizem as pessoas, estar "com medo da morte". Significa admirar a Deus e ter respeito por ele.

Anos atrás, quando uma empresa decidiu construir um hotel e um cassino no valor de milhões, um dos principais funcionários dessa organização largou o emprego, protestando contra isso. Quando perguntado por que ele fez isso, ele respondeu: "Minha atitude e respeito por meu Senhor Jesus Cristo me levou a essa decisão." Este homem era tão fiel ao Senhor que ele deixou seu lucrativo trabalho em uma empresa próspera. Claro, não há nada de errado em ter muito dinheiro - é ruim se eles são o seu deus (1 Timóteo 6:10). Você sabe, muitas pessoas dizem que Jesus é o Senhor de suas vidas, no entanto, quando se trata de suas carteiras, uma conversa completamente diferente começa.

Precisamos ter o temor de Deus e respeito por Ele em todas as áreas de nossas vidas. Quando o mundo vê que estamos fazendo coisas de que Deus gosta, isso o glorifica!

Finalmente, 1 Pe 2:17 diz que podemos glorificar a Deus honrando o rei. Em outras palavras, ser um bom cidadão. Nos tempos bíblicos, eles tinham reis. Hoje temos um governo e um presidente. Mas o princípio permanece o mesmo: devemos honrar aquelas pessoas que têm poder sobre nós (1Pe 2: 13,14).

Quando obedecemos às leis "terrenas", isso traz glória a Deus. E embora uma pessoa possa ser um bom cidadão sem ser cristã, acredito que os cristãos devem ser bons cidadãos e participar ativamente do que está acontecendo em seu país. Isso é importante.

“Lembre-os de obedecer e submeter-se às autoridades e autoridades, para estarem prontos para qualquer boa ação” (Tito 3: 1). Este versículo diz que devemos estar prontos para arregaçar as mangas e ir trabalhar. Muitos cristãos ficam ociosos, constantemente reclamando do governo, mas muitos deles não vão às urnas nem participam de assuntos públicos. Eles reclamam do sistema educacional, mas poucos pais cristãos procuram participar das atividades escolares.

Se você quer mudar a sociedade em que vive, não pode simplesmente sentar e reclamar. Você tem que ir e fazer alguma coisa porque nada vai mudar se todos estiverem sentados inativos.

Quando nossos filhos foram para a escola primária, minha esposa e eu sempre estávamos envolvidos em sua vida escolar. Todos os anos, um diretor cristão perguntou à minha esposa se ela planejava ingressar na Associação de Pais e Professores este ano. Por quê? Porque ele queria manter uma boa atmosfera em sua escola. Ele sabia que se ele retivesse os cristãos em papéis de liderança na Associação de Pais e Professores, então a escola teria uma boa influência cristã.

Se vamos glorificar a Deus e refletir Sua bondade, devemos fazer alguma coisa. Algumas pessoas apenas se sentam e dizem: "Vou esperar que Jesus venha". Mas se eles apenas se sentarem e esperarem, eles não obedecerão à Palavra de Deus. Jesus disse: "... use-os até que eu volte" (Lucas 19:13). Isso significa que devemos fazer a obra do Senhor antes que Ele venha à terra!

Mateus 5:16 diz: “Deixa, pois, a tua luz brilhar diante das pessoas, para que possam ver as vossas boas obras e glorificar o vosso Pai celestial.” Ainda temos muito trabalho para apresentar Deus a este mundo. Devemos constantemente nos perguntar: "Eu reflito a bondade de Deus ou não?" Afinal, o Deus a quem as pessoas vêem é o Deus a quem as mostramos em nossas palavras e ações!

A revista "Escolha a Vida", 2000.

Assista ao vídeo: Glorificar a Deus é a meta! Palavra de Vida e Fé (Outubro 2020).

Pin
Send
Share
Send
Send