Dicas Úteis

Como plantar e cuidar de uma flor?

Pin
Send
Share
Send
Send



Assim que você escolher contêineres e as plantas que você quer plantar lá, o próximo passo será o próprio plantio. As regras para o plantio em contêineres são quase as mesmas que plantar plantas domésticas em vasos de flores, mas você precisa tomar cuidado extra para a drenagem, de modo a não inundar as plantas com água.

Preparação de contêineres

Para o pátio, o mais vários recipientes - grandes e pequenos, de todas as formas e tamanhos, feitos de vários tipos de material. Alguns materiais devem ser especialmente processados ​​antes que as plantas possam ser plantadas neles.


Metal (incluindo aros em barris de madeira) deve ser tratado com composto anti-ferrugem, também não é venenoso. Provavelmente seria melhor usar uma inserção de plástico em um recipiente de metal, pois o contato com o metal poderia danificar as raízes.

Panelas de barro, incluindo bela terracota vermelha acastanhada, você precisa colocar água por 24 horas antes de começar a usá-las. Se isso não for feito, a argila, que absorve muito fortemente a água, extrairá toda a umidade que as plantas precisam do solo.

Recipientes de plástico, betão, pedra e cerâmica vidrada Não precisa de nenhum processamento.


Colocando material de drenagem começa com uma boa camada de brita grossa, como grandes pedaços de um pote quebrado, o que deixará um grande espaço para a água. Em seguida, coloque o cascalho grosso, depois o cascalho menor. Por fim, adicione uma camada de carvão de tamanho médio.

Crescer em envasado sem furos de drenagem apenas plantas anuais ou plantas que precisam ser replantadas a cada ano. Então não haverá problemas ao extrair plantas desses recipientes. Nunca plante arbustos adultos e outras plantas nesses recipientes que não gostem de ser perturbados.

Na panela com buracos você precisa colocar material de drenagem, mas neste caso você precisa preencher cerca de um sexto da altura da panela. Cubra os buracos com pedaços de panelas de barro quebrado ou azulejos de cerâmica, em seguida, adicione uma boa camada de cascalho grosso e, em seguida, uma camada fina de grandes pedaços de turfa que não permitirá que o solo lave na camada de drenagem. Naturalmente, deve haver um espaço onde o excesso de água fluirá, por isso seria bom aumentar sua capacidade de plantas em tijolos ou pilhas de madeira.

O melhor composto para plantas cultivadas em recipientes é com base no solo natural. Passa umidade mais livremente que turfa e é satisfatório para todas as perennials. As únicas exceções são as plantas que não gostam de cal.

Camélias e Rododendros precisa de composto especial sem cal. Eles podem ser plantados em turfa. A turfa também é escolhida pela leveza em comparação com o solo, porque nem toda superfície pode suportar o peso de um tanque pesado com o solo.

Plantas de verão e lâmpadas Sinta-se bem em turfa. Na seção "Plantas de A a Z" você pode descobrir as necessidades de cada planta.

Escolhendo o tamanho certo

Quase sempre, as plantas que você plantará em uma panela ou em um barril vêm da loja que já está no contêiner. Você apenas coloca em uma panela e não cresce desde o começo. Se a planta ainda for pequena, ela terá que ser transplantada em grandes recipientes até atingir, digamos, 30 cm de diâmetro. Depois disso, você precisa transplantar já no barril. Não plante uma planta pequena em uma panela grande demais para ela, então suas raízes não serão capazes de tirar toda a umidade do solo e começar a apodrecer.

Como determinar a profundidade


A planta é primeiramente retirada de uma panela velha. O composto deve estar molhado. Um substrato bem umedecido facilita o trabalho com a planta, pois mantém a forma do recipiente original. Passe o fundo da panela com a palma da mão para soltar o contato com o solo, depois remova a planta com o composto, segurando-a pelo caule mais perto do chão.

O nível da superfície do solo pode ser medido usando um bastão, que é colocado verticalmente perto da planta e o nível da superfície do solo é marcado na coluna. Use esta coluna de pau como uma medida da profundidade em que você deve plantar a planta em uma nova panela. Não se esqueça de deixar 13 mm no topo para regar em uma panela com um diâmetro de 15 cm e pelo menos 2,5 cm para panelas maiores.

Plantas de plantio

Encha um novo pote até o topo com o composto. Usando uma colher de mão ou garfo, faça um buraco onde você quer plantar a planta. Se você está plantando um arbusto enraizado, derrube um punhado de fertilizante geral misturado com turfa no poço (ou mais se o buraco e a planta forem muito grandes). A turfa provoca raízes para brotar e, assim, a planta cria raízes em um novo vaso.

Sacuda o excesso de composto das raízes da planta, se ele aderir às raízes para formar um caroço, então espalhe cuidadosamente as raízes, o que lhes permitirá crescer em um novo recipiente. Em seguida, coloque cuidadosamente a planta no poço e certifique-se de que esteja em linha reta.

Acrescente o composto em torno das bordas, certificando-se de que o solo desperte entre as raízes e, gentilmente, monte-o com os dedos ou o punho. Continue adicionando composto, fortalecendo o solo, e verifique enquanto trabalha que a planta é plantada uniformemente e na profundidade certa, não se esqueça de deixar um local para drenagem. Você pode cobrir o chão com uma camada de cascalho de cima - parece atraente e retém a umidade.


Ao plantar mudas, coloque o material de drenagem em uma panela e adicione ao topo com composto apropriado.

Recolha os buracos e plante cada planta separadamente. Sempre segure mudas pelas folhas.

Plante as mudas de forma que o nível do solo permaneça o mesmo e gentilmente pegue o solo nas raízes.

Plantio de mudas

Despeje as mudas e encha o recipiente com o composto adequado. Usando uma espátula de madeira, solte o pedaço de terra no qual as mudas crescem e gentilmente separe as plantas.


Sempre segure as mudas pelas folhas e nunca segure as hastes. Usando uma concha especial para fazer furos, faça um recesso para cada planta. Plantar de modo que o nível do solo na panela permaneça o mesmo. Suavemente esmagar o solo.

Principais características e regras para o plantio de flores

Floricultores iniciantes coletam intensamente informações sobre como plantar e cuidar adequadamente das flores em casa. Isso está correto, mas é importante notar os recursos que ajudarão as plantas a se desenvolver favoravelmente ao longo de suas fases de vida.

Toda a tecnologia é dividida em várias etapas, cada uma com suas armadilhas.

Regras para o plantio de plantas de floração interna

Plantio é necessário prepare-se corretamente e colete o inventário. Primeiro de tudo, isso se aplica a potes, que devem ser de tamanho adequado. O volume da capacidade é selecionado dependendo do tipo de planta e do sistema radicular. Se os rizomas crescem vários centímetros, então um pequeno vaso comum com um volume de vários litros é adequado, mas há plantas em que o sistema radicular atinge vários metros de comprimento.

A segunda questão, que é importante resolver, diz respeito ao local onde o vaso de flores será instalado. É importante prestar atenção não apenas à área da sala. A quantidade de luz solar na sala e as condições de temperatura são muito importantes. Nas varandas, onde o regime de temperatura salta dependendo da época do ano, e os raios do sol batem várias horas por dia, as plantas que gostam de luz estão localizadas, e em vez de vasos é melhor escolher um cache-pot. Para cultivar flores dentro de casa, eles pegam panelas, mas em qualquer caso, você terá que cuidar da luz artificial se a luz solar natural não romper as janelas ou as cortinas.

Outra regra importante para preparar o inventário refere-se ao sistema de drenagem. Normalmente, os cultivadores de flores escolhem tijolos lascados ou argila expandida. Suas condições de produção não mantêm o fluido por muito tempo. Assim, a água não se acumula no fundo das panelas, e isso protegerá as plantas do desenvolvimento de fungos, mofo ou apodrecimento.

A tecnologia correta de plantio inclui a seleção do solo. É diverso e excomungado principalmente pela quantidade de argila e fertilidade. Para cada tipo de planta, um tipo adequado de solo é necessário, portanto, neste estágio, é importante fazer a escolha certa. As plantas de casa clássicas são pouco exigentes e vivem em terrenos argilosos, onde o composto é adicionado como uma substância útil, turfa e um pouco de areia. Em alguns casos, o solo é adicionalmente fertilizado com carvão vegetal ou orgânico, mas isso não é necessário se o solo já tiver um alto nível de fertilidade.

Semeadura e plantio ocorre em várias etapas:

  1. Primeiro prepare o pote. Um sistema de drenagem é colocado no fundo, consistindo de tijolos lascados, argila expandida, poliestireno ou musgo. Estes materiais proporcionam uma boa permeabilidade ao ar e não retêm líquido no solo.
  2. Uma camada de solo já fertilizado e misturado é colocada no sistema de drenagem.
  3. A planta é instalada verticalmente com as raízes no pote e só então o solo restante é coberto. Neste momento, é importante assegurar que o sistema radicular seja colocado corretamente, e a flor esteja nivelada, porque mais tarde isso determinará seu desenvolvimento e beleza.
  4. Após o pote ter sido completamente preenchido com o solo, ele é colocado em um local permanente. O solo é compactado e regado.

Uma das características do plantio é o molhamento do solo e do sistema radicular. Este método permitirá que a terra adira ao sistema radicular, o que significa que a flor será capaz de se aclimatar mais rapidamente e criar raízes em um novo local.

O plantio de sementes é semelhante à tecnologia descrita acima. Primeiro, uma camada de solo é derramada, as sementes são colocadas e aspergidas com o restante do solo fertilizado e umedecido. A única diferença é que a superfície do vaso é coberta com vidro ou filme. Isso criará um efeito estufa que ajuda a manter a umidade ideal necessária para cultivar a flor das sementes.

Cuidado de flores em casa

Descobrimos como plantar flores corretamente em casa. Se você faz tudo certo e leva em conta as nuances inerentes a cada tipo de planta, depois de alguns meses você pode observar como as flores são aceitas e se desenvolvem favoravelmente. No caso das sementes, você tem que esperar um pouco mais, porque elas se desenvolvem do zero.

Aterragem - Esta é apenas a primeira etapa de cultivo de flores em casa. O que segue é o cuidado, que não é de pouca importância.

Afinal, eu gostaria não apenas de cultivar flores, mas também de florescer lindamente, e isso requer uma abordagem individual para cada tipo de planta.

Por exemplo, as flores exóticas, ao contrário dos tipos clássicos, requerem rega regular, enquanto os cactos são adaptados para suportar a seca por um longo período, mas ao mesmo tempo requerem uma grande quantidade de luz natural. Outra regra de cuidado é a fertilização regular do solo. Top dressing será útil para qualquer tipo de flor, independentemente do clima que eles estão acostumados.

Às vezes, mesmo com cuidado constante, desbotamento e morte de flores ocorre. A razão para isso é o desenvolvimento de doenças ou insetos que trituram o sistema radicular ou a massa verde. É especialmente importante mergulhar nesta questão e tomar as medidas certas para evitar a morte de flores. Por exemplo, você pode aplicar pulverização preventiva contínua com água com a adição de preparações protetoras universais que não apenas protegem as flores do desenvolvimento de doenças e insetos, mas também contribuem para o florescimento.

Quais plantas são melhores para não plantar em casa?

Existem várias dezenas de tipos de flores que não podem ser plantadas e cultivadas em casa, mesmo que você crie condições naturais ideais. As razões podem ser diferentes.

Alguns tipos de plantas exóticas secretam suco tóxico que entra no ar. Esse veneno é perigoso para animais e pessoas, portanto é melhor evitar flores com qualidades semelhantes.

Ao comprar mudas para crescer, você deve perguntar sobre as características da planta e perguntar se é seguro plantá-la em casa.

Eles caem em flores venenosas na maioria das vezes por acidente, portanto, é melhor estudar a lista de plantas venenosas comuns com antecedência:

  1. Dieffenbachia relativamente seguro. É freqüentemente usado para decorar o interior, mas o suco que é liberado quando o caule é incisão causa intoxicação grave ou queimaduras na pele.
  2. Mimosa Tímida tem uma incrível capacidade de dobrar as folhas em um canudinho ao menor toque. Isso atrai muitos jardineiros, mas a fragrância que emana desta planta é perigosa para a saúde. O odor venenoso leva ao envenenamento do corpo. A toxicose prolongada causa envenenamento geral e perda de cabelo.
  3. Monstera frequentemente usado como uma planta decorativa em casa. Ela não tem vapores venenosos, mas o suco, quando entra em contato com a pele, causa queimaduras graves.
  4. Nightshade seguro até a floração. Frutas de cor laranja brilhante são venenosas e causam envenenamento grave. Portanto, é melhor não começar uma flor assim em casa se houver animais ou crianças.
  5. Azálea popular em todo o mundo por suas folhas exuberantes, mas há uma espécie que causa intoxicação, cólicas e cólica no estômago. Isso é alalia sims.

Plantando e cuidado de flor no exemplo de hortênsia

Como plantar uma flor de hortênsia? Esta pergunta é feita por muitos produtores de flores, porque é uma das flores mais populares. As regras de plantio e cuidados repetem as instruções dadas no artigo acima, mas este tipo de planta requer algumas características. A hortênsia deve ser plantada somente após a preparação de um local com condições favoráveis ​​para esta planta. Eles são amor luz difusa e constante, temperatura ambiente confortável durante a floração e a ausência de correntes de ar.

Mesmo pequenas mudanças de temperatura podem piorar a condição da flor. O único momento em que uma flor gosta de uma temperatura baixa ocorre após a floração.

Conclusão

Plantar flores apenas à primeira vista parece fácil e simples. Na verdade, este assunto deve ser abordado, ganhando pelo menos um pouco de experiência, especialmente quando se trata de plantas exóticas. Seguindo as regras e instruções para plantar e cuidar de plantas, é fácil alcançar o resultado desejado. O principal é monitorar o crescimento e desenvolvimento de flores, prevenir doenças e o aparecimento de insetos que podem destruir a planta.

Assista ao vídeo: Flor de maio - Como Plantar e Fazer Dar Muitas Flores (Outubro 2020).

Pin
Send
Share
Send
Send